domingo, 10 de novembro de 2013

Where's the fire?

Eu não sei onde é um incêndio, mas e se ele for tão dentro que não adianta correr? E se correr for a pior coisa? Muito estranho imaginar que tem hora que dá vontade, demais, de pegar uma pessoa e meia dúzia de coisas e estar bem longe - mas mais estranho é saber que minha vida se resume a isso há muito tempo e, na verdade, eu não me lembro de não sentir isso. A vontade maluca de estar em outro lugar. E nem sei se é uma idealização, de achar que "lá" tudo de ruim vai sumir em vapor. É o real saber que eu tenho que. Tenho que estar longe daqui. Mais que longe daqui, é preciso acertar todas as arestas, e são tantas, meu Deus, são muitas e nesse momento a gente não sabe qual aparar, se dá pra aparar, se é for real mesmo. Essa é minha sensação de vida: aquela coisa que já ouvi muita gente dizer "que vontade de sumir" eu estou, eu sou assim cem por cento do tempo. Eu só vou juntar todas as peças de mim ao mesmo tempo quando isso for a minha realidade. Não quero uma fuga - quero a chegada.

Ah, Billy Joel.

Slow down, you crazy child.
You're so ambitious for a juvenile.
But then if you're so smart, tell me why are you still so afraid?
Where's the fire? What's the hurry about?
You better cool it off before you burn it out.
You got so much to do and only so many hours in a day.

Don't you know that when the truth is told
That you can get what you want or you can just get old?
You're gonna kick off before you even get halfway through.
When will you realize Vienna waits for you?

Slow down, you're doing fine.
You can't be everything you wanna be before your time,
Although it's so romantic on the borderline tonight, tonight.
Too bad, but it's the life you lead.
You're so ahead of yourself that you forgot what you need.
Though you can see when you're wrong,
You know, you can't always see when you're right, you're right.

You've got your passion. You've got your pride,
But don't you know that only fools are satisfied?
Dream on, but don't imagine they'll all come true.
When will you realize Vienna waits for you?

Slow down, you crazy child.
Take the phone off the hook and disappear for a while.
It's all right you can afford to lose a day or two.
When will you realize Vienna waits for you?

Don't you know that when the truth is told
That you can get what you want or you can just get old?
You're gonna kick off before you even get halfway through.
Why don't you realize Vienna waits for you?
When will you realize Vienna waits for you?

8 comentários:

  1. Também estou assim. Só eu tenho pessoas que se importam, então não posso me arriscar a dar um "foda-se" pro mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, um foda-se pro mundo é sempre muito arriscado - e, acredito eu, desnecessário. Os grandes e eficientes foda-se são feitos por dentro, na mudança silenciosa e vitoriosa de cada um.
      Momento filosofia rsrsrsrsrs
      Demos nossos foda-se vencendo. Acho que assim é bem mais fudido. :)

      Excluir
  2. O nome disso em alemão é Fernweh. "Dor da distância". Quando vc quer estar em outro lugar, uma saudade que vc não sabe explicar.
    Boa música! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Eve, sempre a coisa certa a dizer.
      Fernweh. Lindo.
      :)
      Dankeshön!

      Excluir
  3. Oi Joyce, vi que você linkou o meu blog ao seu e vim te visitar.
    Eu me vi nas suas palavras há alguns meses atrás, quando estava prestes a mudar pra Alemanha. Entendo bem essa tua inquietação. Mas como diz Oswaldo Montenegro, "que essa tua vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que você merece". Espero que consigas acalmar teu coração.
    Ainda não tive tempo de ler todo o blog, você está de mudança pra cá também?
    Beijos
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana! Que honra! Menina, que Deus ouça Oswaldo Montenegro, ne?
      "Estar de mudança" é muito forte - estou querendo estar de mudança. Estou planejando um doutorado por aí, enviando documentos, essas coisas preparativas. Dando tudo certo, vou ainda este ano. Dando mais ou menos certo, ano q vem. Mas vou. Tenho que.
      Obrigadíssima pela visita. Gosto muito do teu blog, é uma inspiração sempre.
      mil bjs

      Excluir
    2. Olha que bacana! Doutorado?! A minha história com a Alemanha começou com o meu doutorado também! Vem pela Capes? Pra qual cidade?!
      Vixe que tanta pergunta!!!
      Torço que dê certo!
      Obrigada por gostar do meu cantinho! :)
      beijinhos e boa sorte

      Excluir
    3. ai, Ana, vou te mandar um email, porque, olha, a história é intrincada. não é longa nem complicada, mas já te adianto que: estou terminando a dissertação pra defender em março, mandando projeto pra aí e esperando sair o edital da capes.
      Ô vida rsrsrsrs

      Excluir