domingo, 11 de agosto de 2013

Reasons

     Meu primeiro vestibular foi pra direito e não passei por, sei lá, uns 2 pontos. Revoltei e queria deixar pra lá, queria fazer uma faculdade particular mesmo e esquecer que existia química e física nessa vida. Mas tive um amigo que me ajudou a ver o contrário, tive o mô que foi uma força sem medida em tudo e minha família, em geral, contribuiu pra que eu me animasse a fazer vestibular no fim do ano. Entrei pro cursinho e de segunda a sexta, das 7 e poucos até 12:45 eu ficava estudando aquele monte de coisa que a gente detesta, porque, pelo que eu saiba, não tem nenhuma faculdade que abarque aquela materiaiada toda, ou seja, temos preferências e etc.
     Mas existiram razões. I mean, por que the hell eu fui querer fazer letras? Eu lembro que me bateu uma dor quando estava tendo um tipo de orientação com a direção do cursinho e o diretor me perguntou se eu queria direito "com convicção". Eu não respondi. Depois ouvi uma menina falando o nome do curso e lembro muito bem que foi naquele momento que o nome me soou plausível. Mas foi isso? Não foi isso. Motivos me levaram a achar que eu tinha que dar aula pra viver - não porque seria meu ganha pão, mas porque eu tinha que. Não que eu já tivesse dado aula, não que eu soubesse quem era Antonio Candido. Não que eu soubesse o que é parnasianismo, Bagno, mentalismo, área de broca, Borges. Eu não sabia, mas de alguma forma a literatura me dava motivo pra fazer, pra ser e escapar. A literatura foi e é aquilo em que eu vejo tudo que tem na vida, não porque seja minha opinião, mas é nela que moram todos os mundos possíveis - e eu acho muito estranho que não os queiramos conhecer, todos. E, mais que isso, queria dela tirar, roubar, acrescentar e dividir com uma sala de aula aquilo que emana em cada um, cada leitor que acaba escrevendo junto. E a gente escreveria várias obras, juntos, separados, e a gente seria muito escritor.
     E nada disso impede que haja momentos em que eu tenha vontade de queimar tudo e virar estilista/ manicure/ atriz de Hollywood.

Nenhum comentário:

Postar um comentário