terça-feira, 13 de agosto de 2013

Negóço de batata

     Minha receita sem nome.
     Existe alguém no mundo que não goste de batata? Carboidratos? Então, essa receitinha de batata congelada ao forno fica show - e dependendo do que você resolver fazer com ela, não fica engordativa e, ainda assim, super ótima.
     Uma coisa que é importante, principalmente se você não tem muita prática de inventar na cozinha: ao pegar receitas na internet (ou cas tia/ cazamiga) o lance é saber que quase tudo é adaptável. É só pensar: o que tem nessa receita que pode ser substituído pra ficar melhor/ mais light/ mais do meu gosto/ mais forte/ mais prático (etc)? Isso dá muita autonomia na hora de cozinhar e principalmente vai dar a sua cara às coisas que você faz.
     A receita é: você fazer as batatas congeladas de mercado (aquelas palito, pra fritar) no forno. Como não tá fácil pra ninguém, esse negócio de fritura tem que ser evitado, além de evidências de que alguns compostos presentes no óleo de fritar podem ser potencialmente cancerígenos. Honestamente, gosto demais de coisas fritas, mas a batata no forno não deixa a desejar no sabor. Daí veio minha ideia de acrescentar umas coisas gostosas na assadeira pra incrementar - acabou virando um prato único.
     Usei: um pacote de batata congelada, uma cenoura, duas cebolas, um tomate grande, um quarto de um pimentão vermelho. Fiz também um molho com 6 dentes de alho picadinhos e uns pedaços de gengibre, com leite, requeijão e farinha de rosca.
     Como fazer: fatie fininha a cenoura (no ralador é melhor), corte a cebola em rodelas, o tomate (sem pele fica melhor) em pedaços pequenos e o pimentão em tiras grandes (prefiro assim porque não gosto de comer os pedaços de pimentão; eu uso pra dar o sabor e tiro no prato).
     Adaptações: cada um tem suas preferências, mas minhas dicas são - dependendo do que você quiser pode diminuir a cebola, aumentar o tomate, por abóbora, abobrinha, chuchu, mandioca, manjericão, coentro, pimenta biquinho, frango, linguiça (cozidos previamente) e por aí vai.


      Coloquei a batata ainda congelada na assadeira e pus só a cenoura junto, por ser mais demorada pra assar. Joguei sal e azeite.

      Pro molho, alho e gengibre refogados na manteiga. Depois de dourar o alho, acrescente leite e requeijão (um copo e meio/ duas colheres) e deixe ferver. Pra engrossar eu esfarelei umas torradas que tinha aqui em casa; você pode usar farinha de rosca ou maizena (não curto muito. caso use, dilua meia colher de sopa em um copo de leite FRIO e vá jogando esse copo AOS POUCOS no seu molho que está no fogo). Adaptações: caso não goste de cebola assada, pode usar a cebola fritinha no molho. Pode tirar o gengibre, pode colocar orégano...
      Deixei a batata e a cenoura assando uns 15 minutos. Tirei do forno e acrescentei todos os outros ingredientes + o molho (o molho dá bem pouco, não é pra encharcar, é só pra dar uma cremosidade). Misturei tudo e deixei assando. De 10 em 10 minutos, dava uma mexida. Acho que demorou no total uns 40 minutos. Experimente a batata nas conferências que os outros ingredientes, nesse caso, podem ser crus mesmo. Caso você use carnes, ou algo mais demorado, dê uma pré-cozida antes, porque se você for esperar assar uma linguiça, por exemplo, vai queimar todo o resto. Nesse caso, aconselho esperar a batata estar quase pronta e acrescentar os ingredientes só no tempo de aquecê-los e juntar os sabores.

     Ficou xuxu e eu e mo comemos quase tudo. Juro que é facinho de fazer e vale muito. Pode comer puro, com arroz, risoto, salada de folhas e um vinho, que ninguém é de ferro :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário