quinta-feira, 18 de julho de 2013

Como economizar dinheiro

     Eu nunca fui rica. Nunca andei de avião, meus pais não me deram uma viagem pra Disney, nunca andei pra lá e pra cá de roupas de marca nem nada. E tudo isso foi muito bom porque hoje trabalho bastante pra poder comprar uns esmaltes e aprendi a priorizar minhas contas e a nunca ter dívidas. Mas aí que to querendo casar e ir pra fora do país e precisa-se economizar, né. Bolei umas dicas úteis pra isso:

1) Defina prioridades
     Sair é prioridade? Ir dançar num lugar caro em que se paga até pra respirar? Não, né? Nunca vou aconselhar ninguém a parar de se divertir, mas a gente tem que encontrar maneiras de fazê-lo sem empobrecer. Assistir a séries é uma excelente maneira, melhor que alugar filmes (porque tem vários episódios) e dá pra conseguir de graça. Você paga contas? Aluguel, telefone, água, luz? Separe o dinheiro pra elas primeiro e pague as contas assim que receber. Não adiante ficar adianto contas que você vai ter que pagar - pague o quanto antes e aí veja o quanto "sobra" depois da responsabilidade cumprida. Assim você evita endividar-se e consegue economizar.

2) Não endivide-se
     Pague as contas (nada de pagar o mínimo do cartão de crédito! Olha a roubada!) em dia e nunca, jamais se comprometa com contas a longo prazo se você não tiver certeza de que estará com fonte de renda naquele espaço de tempo e, pior, se todas as suas prestações não estão comprometendo seu dinheiro mais que o possível. Porque uma prestação de 50 reais é tranquilo, mas 10 prestações de 50 reais, bom. A cultura da prestação tem que ser eliminada da vida da pessoa que economiza: menos prestações é sempre melhor. Se não dá pra comprar em poucas prestações, reveja a necessidade da compra.

3) Coma mais em casa/ coma de graça
     Comer em casa sempre sai mais barato: se você mora com sua família, provavelmente há uma compra mais coletiva de comida. Morando por conta própria, mesmo caso, já que comprar em mercado em quantidades grandes sai mais barato que em lanchonetes e padarias. Ou seja: evite a glamourização do lanche de fora e organize-se para comer em casa ou levar o lanche. Em um nível mais sério de economia, é fato que é importante traçar estratégias para economizar com alimentação na rua. Um lanche da tarde não sai mais barato que 6 reais no centro da cidade, pelo menos aqui em Juiz de Fora. Visite as pessoas, as tias, azamiga, ache a sala dos professores na sua escola/ faculdade e dê um jeito de pegar café lá (eu acho que comprei de fato 2% de todo o café que tomei durante minha graduação. encontramos uma copa de bolsistas e nos misturamos muito bem com as pessoas usando a técnica da invisibilidade social, que consiste em você agir normalmente, como se pertencesse àquele lugar, o que fará com que ninguém questione sua presença).

4) Peça desconto
     Essa é simples: vai comprar algo, qualquer coisa, peça desconto. Seja simpática, sorria e peça. O máximo que vai acontecer é nada. Técnica preferida do mo.

Depois volto com a parte dois. Querendo deixar as dicas de vocês, super aceito.

*Não leve a vida tão a sério.

Nenhum comentário:

Postar um comentário